• SlideShow

Quais as diferenças entre os formatos de imagem JPG, PNG, GIF, BMP e SVG?

Atualizado: 20 de jan.


Diferença entre os formatos de arquivo de imagem
Diferença entre JPG X PNG X GIF X BMP X SVG

Para entendermos de vez as diferenças entre os formatos de arquivo de imagem, vamos iniciar com uma questão comum à maioria das pessoas. Quantas vezes você já se perguntou qual tipo de arquivo gerar ou enviar para um prestador de serviço que esteja trabalhando em algum material de impressão ou produção visual? Se você não é um especialista ou profissional de artes gráficas (ou no mínimo um usuário entendido do assunto), certamente já deve ter se sentido meio perdido em relação ao assunto.

As siglas JPG, PNG, GIF, BMP e SVG são para diferenciar cada formato de imagem. Entre elas, há diferenças significativas como qualidade da imagem, formatação, tamanho, dentre outros fatores.


Para entender um pouquinho melhor, siga a listagem abaixo com todas as informações necessárias para entendê-las.



JPG

A sigla JPG ou JPEG é a abreviação de Joint Photographic Experts Group que é o nome de um grupo de fotógrafos que desenvolveu o formato. Esse formato de imagem é certamente a mais popular no mercado. Presente nas máquinas digitais e celulares, o JPG possibilita que a pessoa comprima as imagens para que possam ser compartilhadas na internet, seja em sites ou em redes sociais.

Normalmente, identificamos as imagens com formato JPG por “jpg” ou “jpeg” no título da imagem. A imagem JPG tem uma flexibilidade maior na compressão de arquivos.

Diferentemente da extensão BMP que salva a imagem pixel a pixel, o JPG é capaz de comprimir blocos de pixels, que consequentemente reduz a quantidade de informações e o tamanho do arquivo. A compressão do JPG é definida por ajustes no ficheiro de pixels, podendo variar de tamanho e espaço de armazenamento com base no que o usuário escolher.

Por outro lado, essa capacidade de ajustes na compressão pode comprometer a qualidade e a resolução do arquivo final. Porém dependendo do controle que você definir, mesmo que as imagens percam um pouco da qualidade, em muitos casos, não fica visível a compressão, mas dependendo do tamanho e aproximação que a foto tiver, ficará visível que houve uma mudança no formato original.


Comparativo de imagens JPG
Exemplo de imagens JPGs salvas em diferentes resoluções

Imagem JPG em diferentes resoluções
Exemplo de imagens JPGs salvas em diferentes resoluções


PNG

O formato de imagem PNG (abreviação de Portable Network Graphics) permite que haja uma compressão do arquivo sem perder sua qualidade. É indicado usar PNG quando não se quer perder a qualidade da foto mesmo quando a mesma é reutilizada mais de uma vez. Porém essa qualidade superior ao JPG e GIF traz um peso maior aos arquivos, que precisa ser dosado na utilização – as imagens salvas em PNG podem não carregar corretamente nos navegadores antigos.

Nós adoramos trabalhar o PNG aqui na SlideShow. Nos trabalhos de apresentações profissionais que desenvolvemos, este formato de arquivo nos permite fazer composições de slides profissionais incríveis no PowerPoint, principalmente quando trabalhamos animações avançadas nos slides. O PNG possibilita, também, que haja modificação do fundo da imagem, podendo assim, incluir e modificar transparências, o que é muito útil aos clientes na hora de editar ou altera os backgrounds dos slides (imagens de fundo, marcas d’água, cores sólidas, vídeos, etc).

Água em formato PNG
Imagem recortada da água em formato PNG com fundo transparente
Imagem PNG sobre fundos diferentes
Mesma imagem da água com recorte (formato PNG) sobre fundos diferentes

GIF

O GIF (Graphics Interchange Format) é um formato que já teve seus dias de glória no passado, principalmente nos sites antigos que não gozavam de tecnologias eficientes para animar uma ilustração ou trecho de um vídeo. Era comum ver animações de animais, ilustrações de flores desabrochando ou os cômicos super-heróis e personagens dançando como um grupo de dança de rua.


O grande diferencial desse formato é que ele consegue suportar as imagens se movimentando, pois o GIF pode compactar várias imagens e fazer uma sequência com elas, proporcionando movimentos. Porém, o uso das imagens estáticas e em movimento na extensão GIF tem um lado negativo de não entregar uma boa qualidade se comparado ao PNG e JPG. Na compactação das imagens ele pode gerar pontos de deformação e granulação, além de ter limitação de apenas 256 cores.

Para conseguirmos entender um pouco mais sobre sua qualidade, basta comparar com os demais formatos, por exemplo, o PNG que atinge até 16 milhões de cores.



BMP

O formato BMP (abreviação de Bitmap) é destinado para imagens extensas, destacando-se, principalmente, por atingir a qualidade máxima da imagem selecionada. A extensão é literalmente a tradução do seu nome, que pode ser entendido como “mapa de bits”, ou seja, quanto mais bits uma imagem tiver, maior será a resolução e a qualidade na visualização. E como já falamos neste mesmo post, maior qualidade é proporcional ao tamanho do arquivo, que inviabiliza o uso do potencial desse formato na web.


Comparação de pixels em imagem BMP
Ampliação do detalhe do olho do tigre - A fig. 1 tem maior quantidade de pixels numa mesma área se comparado à fig. 2. Portanto, tem mais resolução e maior tamanho de arquivo.

Esse formato é raro de ser usado em redes sociais ou em sites por ter um tamanho muito grande de arquivos, mas se falarmos em impressão ou produção de peças gráficas, ele é o cara.



SVG

O formato SVG (Scalable Vector Graphics) é um formato destinado a imagens em vetores que direcionam seus conteúdos em duas dimensões, dando assim, suporte à animação e interatividade. O SVG proporciona que a imagem seja ampliada sem perder a sua qualidade, ainda que o redimensionamento seja alto. Sendo assim, é um formato para grandes imagens, e para quem não quer se preocupar em perda de qualidade.

O formato SVG foi desenvolvido, especialmente, para ser utilizado na internet. Sua grande vantagem é que nesse formato, a pessoa tem possibilidade de ter imagens sem perder a qualidade mesmo quando olhadas em grandes telas ou por smartphones.

Este formato suporta imagens e formas geométricas vetoriais. Ou seja, nesse caso, são utilizadas as informações apresentadas matematicamente e não por pixels, como normalmente é feito em outros formatos de imagem.

Os desenhos vetoriais são aqueles que, sendo calculados matematicamente, apresentam curvas, linhas, pontos e outras formas. Podendo ser gerenciado pela pessoa por meio dos pontos de controle.

Arquivo SVG X JPG
Ampliação de um arquivo SVG e um JPG

Sendo assim, os arquivos de conteúdo em SVG podem ser compactados sem limitações, sem o risco de abalar a qualidade da imagem, sendo criado um ficheiro exclusivo para o formato. É o formato ideal para ser usado em logomarcas, gráficos e ilustrações vetoriais, uma vez que ele preserva as informações dos arquivos e a precisão das cores.

Feito sua imagem pelo formato SVG, você pode reutilizá-la quantas vezes for necessário, ampliá-la ou diminui-la sem que haja interferência na sua qualidade. Por isso, o SVG é conhecido como o futuro dos formatos de imagens.


Ah, vale a pena ressaltar também que o SVG é muito bem aceito nas apresentações PowerPoint, e usamos muito na criação e animação de logomarcas e ícones, pois além de garantir a precisão das cores, ele é totalmente editável no painel de cores (preenchimento e contorno da forma) no PowerPoint.


Agora é só escolher o formato ideal para o seu projeto e seguir em frente. E se precisar, estamos aqui para te ajudar 😉!

880 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo